Images-loading

NOTÍCIA


Interinamente, Maia será o treinador do Auto.



O Ex-técnico do Auto Esporte Gerson Jr,  teve sua rescisão de contrato realizada na manhã desta segunda(16) após os resultados das primeiras partidas pelo estadual.
Em acordo com o Presidente Watteau Rodrigues e o técnico os resultados contribuíram para a rescisão.  
No período da temporada foram realizados 3 amistosos, com 3 vitórias e obtendo 100% de aproveitamento, marcando 10 gols e não tomando nenhum.
Já no estadual, o mesmo resultado não veio.  O Auto Esporte, disputou 3 partidas, brigou por nove pontos, mas só conquistou um. Foram duas derrotas pelo mesmo placar de 2x1 e um empate em 1x1 na ultima rodada. O Time fez 3 gols e tomou 5.
Gerson Jr disse que " Avalio passagem positivas com a soma de pontos. O trabalho foi feito, a estrutura foi dada pela diretoria e não conseguimos o êxito que são as vitórias. E futebol é assim... quem vive de futebol, sabe que futebol é resultado. Quando não vem o resultado, a gente tem que se afastar para dar a oportunidade para outras pessoas pra vê se conseguem fazer o clube andar e trilhar o rumo da vitoria que é o que o Auto Esporte tem merece, é a tradição da camisa que o Auto Esporte tem que é a vitória", destacou Gerson.
Neste período, o time não esteve com sua principal "cereja", o zagueiro Fábio Bilica.  O Auto agora tem duros desafios, quarta Campinense, domingo Botafogo e mais dois jogos no sertão, em todos os casos como visitante. Para o jogo quarta em Campina Grande assume interinamente Maia, que atualmente deixa de ser o auxiliar e passa a ser técnico. 
Maia tem 41 anos, natural de João Pessoa, já teve a experiência como treinador no Auto Esporte em outro momento. A dois meses era o auxiliar de Gerson, mas o mesmo já foi auxiliar técnico do Auto, do Mariga-PR e Internacional.  Maia reconhece que o jogo de quarta será uma partida dificílima, dura até pelas circunstâncias do adversário, eles vem de derrota, será um jogo fora de casa e eles contam com a torcida. E jogar em Campina Grande é difícil, destacou  Maia.